Natal Luz: Lasier cobra transparência do Ecad

Lasier Martins (Podemos-RS) defendeu esta tarde (10) no Senado uma avaliação apurada das atividades do Escritório Central de Arrecadação e Distribuição (Ecad) para se garantir transparência e razoabilidade nas cobranças no país dos direitos autorais de músicas. “O Ecad tornou-se uma caixa preta, com exigências inexplicáveis e cada vez maiores nos últimos anos”, disse o senador durante audiência pública, apresentando o Natal Luz, de Gramado (RS), como exemplo.

“Gostaria de saber qual critério usado para que valores cobrados desse evento saltassem de R$ 34 mil, há três anos, para os atuais R$ 500 mil”, disse o senador. Segundo ele, essa súbita mudança causou indignação nos cidadãos do município, temerosos que a incidência da cobrança inviabilize o empreendimento turístico com público anual de quase 2 milhões de pessoas.

(ASCOM)