Lasier preside sessão do Senado em homenagem à Feevale

O Senado Federal realizou na manhã desta segunda-feira (1º) sessão solene para comemorar os 50 anos da Universidade Feevale. A cerimônia presidida por Lasier Martins (Podemos-RS), autor do requerimento, relembrou as conquistas da instituição de ensino com sede em Novo Hamburgo (RS) cada vez associada à inovação e à internacionalização.

“Verdadeiro orgulho dos gaúchos, a Feevale é exemplo de parceria bem-sucedida entre iniciativa privada e comunidade regional, completando meio século de grande contribuição para o progresso econômico e social”, disse Lasier na abertura dos trabalhos.

No seu discurso, o reitor da universidade, Cleber Prodanov, agradeceu a iniciativa de Lasier e ressaltou que o centro de educação superior, fundado em 28 de junho de 1969, dias antes da chegada do homem à lua, “teve impacto maior na realidade da comunidade local do que a corrida espacial”.

Nascida para ser comunitária, sem fins lucrativos, e promover a autonomia científica e didática, a Feevale oferece hoje 56 cursos de graduação, pós-graduação, nove cursos de mestrado, cinco doutorados, extensão e pesquisa, atendendo 18 mil estudantes. Prodanov destacou que no campo de investigação científica, a instituição conseguiu ultrapassar os Novo Hamburgo e ganhou o mundo.

Atualmente, a Feevale conta hoje com 10 polos de ensino no estado e vários no exterior, com destaque para o de Dongguan, na China, sede de uma comunidade brasileira com mais de 5 mil pessoas. Desde os anos 1990, a cidade é destino de gaúchos, sobretudo do Vale do Sinos, que lá foram trabalhar em função da experiência no setor calçadista.

O presidente do Conselho de Administração da Associação Pró-Ensino Superior em Novo Hamburgo (Aspeur), Roberto Cardoso, ressaltou a audácia dos pioneiros que criaram um centro regional para desenvolver talentos locais. “Rumo ao centenário”, saudou ele.

ASCOM