Lasier denuncia ataque contra Dallagnol

O senador Lasier Martins (Podemos-RS) subiu à tribuna esta tarde (27) para condenar duramente a perseguição empreendida contra o procurador Deltan Dallagnol no âmbito do Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP). “A realização hoje do julgamento visa não só punir o coordenador da força-tarefa da Lava Jato, mas atacar a operação”, discursou.

O parlamentar também cobrou a renúncia do secretário-geral da Mesa do Senado, Luiz Fernando Bandeira de Mello Filho, da relatoria de dois processos administrativos contra Dallagnol no CNMP e em todos outros casos relacionados à Lava Jato. Ele lembrou que Bandeira serviu no mesmo cargo e em outros a senadores investigados pela Operação e que, por isso, deveria ser considerado suspeito.

“Se temos a prerrogativa exclusiva de aprovar e afastar ministros do Supremo Tribunal Federal, temos ainda mais a condição de questionar um membro do conselho de procuradores indicado pela Casa”, disse Lasier.

Com o discurso apoiado em apartes por outros colegas, Lasier apresentou em plenário uma nota pública contra o comportamento de Bandeira, além de cobrar sua renúncia à relatoria de processos contra Dallagnol. O documento argumenta que ritos do colegiado foram atropelados, com cerceamento do direito de defesa do procurador, o que foi reconhecido pela Justiça, e já foi assinado por 21 senadores.

(ASCOM)