Avança projeto de Lasier que garante recursos para a ciência

Enquanto o país enfrenta pesados cortes no financiamento de projetos científicos em razão da crise fiscal, está pronto para ser aprovado na Comissão de Ciência e Tecnologia (CCT) do Senado, em caráter terminativo, projeto de Lasier Martins (Pode-RS) que destina 20% do rendimento anual do Fundo Social ao segmento. O texto foi lido esta manhã (29) pelo relator, Jean Paul Prates (PT-RN).

O Fundo Social, criado em 2010, é formado por parcela dos recursos oriundos da exploração do petróleo na camada do pré-sal e reservados ao governo federal. Atualmente, seus ativos alcançam R$ 27 bilhões.

“Neste momento de crise conflagrada, com cortes de gastos nas universidades, surge com meu projeto uma esperança de socorro para uma das áreas mais desprezadas no país, o desenvolvimento da ciência e tecnologia”, observou Lasier.

O relator Jean Paul elogiou a iniciativa do senador gaúcho, que garante uma fonte regular de recursos para um setor que, desde os anos 1990, vem enfrentando dificuldades financeiras. “Considero importante associar ainda mais o pré-sal à tecnologia. Quanto mais investimento em ciência e tecnologia houver, mais patentes e desenvolvimento o país conquistará em áreas como energia renovável e petróleo”, comentou.

O senador Arolde de Oliveira (PSD-RJ) também cumprimentou Lasier e lembrou que a pesquisa científica não tem recebido a merecida atenção no Brasil, na contramão dos países desenvolvidos. Ele lembrou ainda que o mundo assiste a “uma revolução tecnológica que torna ainda mais essencial o investimento na ciência”.

(ASCOM)