Abuso de autoridade: senadores manifestam a Moro o repúdio à lei

O senador Lasier Martins (Podemos-RS) e outros integrantes do “Muda, Senado! Muda, Brasil!” avisaram, em entrevista coletiva no começo desta tarde (22), que o grupo encaminhará logo mais ao presidente da República, Jair Bolsonaro, um abaixo-assinado com 33 adesões da Casa pedindo o veto integral da Lei de Abuso de Autoridade, aprovado pela Câmara dos Deputados na semana passada.

O ministro da Justiça, Sergio Moro, vai receber a comitiva de senadores, que entregará o documento a ele para ser entregue a Bolsonaro. O grupo considera o veto integral do presidente a forma ideal para evidenciar os vícios de origem e impedir a sua derrubada pelo Congresso, cujos parlamentares terão de votá-lo nominalmente, sendo expostos ao julgamento do público. Os senadores que apoiam o manifesto consideraram má intencionada e direcionada a votação do texto, que transcorreu de forma atropelada e anônima.

Trata-se, na visão deles, de reação de agentes políticos contra investigações conduzidas por membros da Justiça, do Ministério Público e da Polícia Federal, particularmente da Lava Jato. “São gestos estranhos, que vão na direção contrária ao clamor do povo. A lei é e precisa ser para todos”, disse Lasier. Para ele, Bolsonaro também deveria repensar suas recentes intervenções na Receita Federal, na Polícia Federal e no Coaf.

(ASCOM)