Ato político marca protocolo de pedido de impeachment de Gilmar

Oito senadores de diferentes partidos, juristas e líderes de movimentos sociais se reuniram com o professor e advogado Modesto Carvalhosa, que protocolou esta manhã (14) um novo pedido de impeachment do ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal (STF). O encontro proposto pelo senador Lasier Martins (Pode-RS), autor de projeto que agiliza o rito dos processos de impedimentos de membros da Suprema Corte no Senado, se converteu em ato político em favor da renovação da política, da independência do Congresso e da depuração do Judiciário.

Os presentes se renovaram nas manifestações de apoio a Carvalhosa, após a explanação do jurista, que expressou esperança de um novo momento no país e de uma abertura do Senado à demanda popular por um posicionamento em torno de pedidos iguais ao que protocolou. Os senadores Alvaro Dias (Pode-PR), Oriovisto Guimarães (Pode-PR), Major Olímpio (PSL-SP), Styvenson Valentim (Pode-RN), Eduardo Girão (Pode-CE), Alessandro Vieira (PPS-SE) e Randolfe Rodrigues (Rede-AP) também enalteceram uma conjunção favorável de fatores para que se prospere iniciativas como a de Carvalhosa, começando pela renovação do quadro de senadores na atual legislatura.

Adelaide Oliveira, líder do Vem Pra Rua, sublinhou o papel da mobilização popular nesse momento e aplaudiu a sintonia dos presentes com uma demanda atual. O juiz federal Antônio Cláudio, do Distrito Federal, exaltou a oportunidade da CPI da Lava Toga, proposta pelo senador Alessandro Vieira, que já reuniu 25 assinaturas e dedicada a apurar crimes cometidos por membros do Judiciário.

(ASCOM)