Lasier questiona sistemática de votações no Senado

Lasier Martins (Podemos-RS) criticou a forma como a pauta do plenário do Senado vem sendo definida e conduzida na pandemia da Covid-19. Durante a sessão virtual desta tarde (7), o senador apresentou ao presidente da Casa uma Questão de Ordem para indicar equívocos e aperfeiçoar a rotina, tomando o regimento interno da Câmara como exemplo.

Segundo Lasier, as regras definidas para deliberações remotas estão sendo ignoradas, com pautas de múltiplos itens e sem seguir a lista de sugestões de projetos prioritários definida em maio. “Foi fixada uma sistemática baseada no esforço pelo consenso e no desejo da maioria dos líderes, com urgência e junção de matérias correlatas. Mas não é o que temos visto”, sublinhou.

O senador lamenta que temas estranhos à pandemia e à conciliação têm sido colocados em pauta e outros abortados subitamente. Ele solicitou à Presidência que informe quais critérios estão sendo seguidos para pautar projetos sem consenso e sem relação com a calamidade pública e as razões para se desprezar o tamanho de bancadas.

“A favor da democratização, publicidade, transparência e descentralização, podemos, por analogia, seguir o modelo da Câmara, no qual a pauta é fruto do consenso dos líderes ou considerando o peso das bancadas”, sugeriu.

(ASCOM)